11 97312-2378

11 4173-4419

6 Problemas comuns na logística do Transporte Rodoviário. COMO PREVENIR?

1. ROUBO DE CARGAS
 
- Implantação de sistema de rastreio via satélite em caminhões;
- Monitoramento dos veículos por câmeras;
- Investimento em treinamento dos funcionários envolvidos com o transporte;
- Contratação de transportadoras especializadas;
- Contratação de escolta armada e seguro para cargas.
 
2. PERDA DE CARGAS
 
- Padronização dos processos de manuseio e transporte de cargas;
- Treinamento de motoristas e demais funcionários que atuam no setor;
- Utilização de ferramentas adequadas para o manuseio das cargas;
- Uso de embalagens adequadas para o transporte;
- Planejamento de rotas com antecedência;
 - Recrutamento e contratação de motoristas experientes e responsáveis.
 
3. INFRAESTRUTURA DAS ESTRADAS
 
- Uso da inteligência geográfica para traçar rotas mais adequadas;
- Acompanhamento da frota via GPS;
- Investimento em manutenção preventiva nos veículos;
- Treinamento dos motoristas para lidarem com os problemas das rodovias;
- Uso de ferramentas que emitem alertas sobre problemas nas rodovias.
 
4. ALTA CARGA TRIBUTÁRIA: UM GRANDE PROBLEMA PARA A LOGÍSTICA DE TRANSPORTE RODOVIÁRIO
 
Quem atua com transporte de cargas sabe o impacto que a carga tributária pode causar no valor do frete. Aliás, estima-se que os tributos consomem cerca de 30% do faturamento das empresas de transporte, o que, obviamente, é uma situação injusta para quem exerce um papel tão importante para o desenvolvimento do país.
 
Como estamos lidando com um problema que exige a atuação de autoridades públicas para ser solucionado ou, ao menos, minimizado, as empresas não podem fazer muito para trabalhar na raiz do problema. Por outro lado, enquanto gerente logístico, é importante que você se mantenha atualizado sobre normas tributárias e conheça profundamente todos as taxas e tributos incidentes sobre essa operação.
 
Estude bastante o assunto, utilize planilhas claras e fáceis de se analisar e faça cálculos precisos para definir o valor do frete. Caso você contrate uma transportadora, lembre-se de que esses deveres ficarão a cargo dela, mas você deve observar se o valor cobrado está de acordo com as exigências fiscais e gastos envolvidos no transporte.
 
5. POUCA CARGA DE RETORNO
 
Empresas que dispõem de uma frota de veículos própria e executam o seu próprio transporte de cargas podem enfrentar alguns problemas relacionados à quantidade de mercadoria a ser transportada. Em resumo: se o seu caminhão viaja vazio para realizar poucas entregas, isso se torna um enorme prejuízo, pois existem custos que não são variáveis em razão da carga. 

Desse modo, imagine uma encomenda que precisa sair de São Paulo em direção a Salvador. Caso ela seja insuficiente para preencher todo o compartimento na ida, você já está tendo prejuízo. Ademais, seu caminhão voltará vazio, o que representa ainda mais desperdício de recursos.
 
Para solucionar esse tipo de problema, talvez seja interessante contratar uma empresa especializada em transporte de cargas e até mesmo optar pelo transporte de cargas fracionadas. Fazendo isso, você arca apenas com os custos referentes à encomenda enviada, assegurando que ela chegue em tempo hábil, com qualidade e segurança ao seu consumidor, independentemente de onde ele se encontra.
 
6. FROTA DE CAMINHÕES ANTIGA E DESATUALIZADA
 
Outro problema relativamente comum em nossas estradas é a presença de veículos de transporte antigos e em péssimas condições de conservação. A consequência para isso é grave: falta de segurança nas estradas, atrasos constantes na entrega das mercadorias e alto custo com manutenção da frota. Especialistas recomendam que um caminhão seja utilizado por 8 anos, mas a média de idade dos caminhões brasileiros pode chegar a 18,8 anos. Ou seja, bem acima do recomendado.
 
A solução para o problema é, de fato, a modernização da frota. Por outro lado, isso exige um grande investimento — que pode não ser viável para sua empresa. Assim, uma alternativa é a terceirização do transporte da sua mercadoria, por meio da contratação de uma empresa especializada em transporte rodoviário.
 
Por trabalharem exclusivamente com o transporte de cargas, essas empresas investem bastante na modernização e qualidade de suas frotas, representando mais segurança e agilidade para as entregas. Como você viu, a logística de transporte rodoviário no Brasil precisa superar inúmeros desafios em seu cotidiano. Entretanto, colocando em prática as dicas aqui apresentadas, sua empresa conquistará um transporte de excelência por meio de uma logística estratégica e eficiente.